top of page
Buscar
  • Léia da Rosa dos Santos

É hora do desfralde – O que pode ajudar?


O processo desfralde pode ser um grande desafio para os pais, por isso é importante que antes iniciar o processo de desfralde identificar se a criança tem prontidão física, prontidão emocional e se o ambiente favorece oportunidades para que ela possa treinar essa nova habilidade. Alguma pista sobre a prontidão física é a fralda permanece seca por longos períodos, ou trocas são mais demoradas, ele se concentra quando está fazendo xixi, ele demonstra desconforto por estar com a fralda suja? Essas pistas demonstram a capacidade de bexiga cheia e consciência corporal e a conexão com o próprio corpo. A preparação emocional ela já pode ser iniciada nas trocas de fraldas, colocar um brinquedo perto, uma imagem divertida na parede, um móbile pendurado para que ele possa brincar enquanto você troca, e a conforme ele for capaz permita que ele também ajude você segurando a fralda limpa enquanto você tira a fralda que precisa ser trocada, converse com ele, conte o que você está fazendo “Filho agora estou tirando essa fralda porque você fez xixi e vou deixar você limpinho e vou colocar outra fralda, e quando não precisar usar fraldas você vai usar o banheiro”, dessa maneira você vai integrando ele no processo de troca, de consciência corporal e na percepção do que está acontecendo. Ajudando a descrever a situação e a nomear.


1- Tenha paciência, pois isso ajudará muito nesse processo, se acalme quando sentir necessidade, e lembre-se ela é uma criança e está aprendendo essa nova habilidade e vai precisar do seu encorajamento e paciência e apoio, mas quando essa fase passar, terá como resultado uma criança que aprendeu a usar o vaso sanitário e que não precisa usar mais fralda, e que aos poucos está desenvolvendo autonomia. Então é um caminho que precisa ser feito, mas que os resultados serão muito positivos tanto para a criança quanto para a família.


2- Observe se a criança já sabe pedir e se ela entende pequenos comandos.


3- Adapte o vaso sanitário com o redutor de vaso, ou uso do penico e uso de banquinho se for preciso para ele alcançar o vaso sanitário. De preferência para roupas com elástico e solta, e evite roupas muito apertado ou com botões ou laços, porque a criança ainda está aprendendo a controlar a sua bexiga, e roupas adequadas ajudam que ela consiga tirar e usar o vaso sanitário ou penico.


4- Encoraje cada pequeno passo que a criança conseguir dar em relação isso.


5- Evite as punições e tenha paciência se houver os escapes, use por exemplo, frases como “Na próxima você consegue”, é mais provável que ela se sinta motivada e encorajada a continuar tentando.


6- Use um adesivo de alvo para colocar no vaso sanitário para que ele possa acertar no caso dos meninos.


7- Permite que esse momento de desfralde sejam divertidos, porque se for a criança vai ter mais facilidade para passar por esse momento.


8- Ensine a criança como ela deve fazer quais os passos, e lembre ela disso quantas vezes forem necessário, que ela vai precisar ir ao banheiro, tirar a roupinha sentar no vaso, e que ela pode pedir ajuda de um adulto ( Mãe/Pai).


9- Tenha paciência, pois para criança tudo é novo e isso pode assustá-la no começo, mas com a ajuda da família e apoio ela tem mais chances de conseguir.


10 – Observe se a criança tem algum medo relacionado ao ir ao banheiro, e se ela tiver algum medo ajude a enfrentar o medo e esclareça para ela, ajude a sentir-se seguro.


11- Identifique qual o personagem favorito dela e com esse personagem você criar um rota de dicas do que fazer quando perceber que quer fazer xixi por exemplo.


12- Se sentir desanimada ou achar que as medidas que tomou não funcionou volte ao item 1 e recomece se for preciso, e preste atenção em como está reagindo, e lembre é um processo e por isso tem um caminho a ser percorrido, e como percorremos o caminho com a criança é muito importante para atingir esses objetivos.


13- Uma dica de livro é do Popocy para ler para a criança, e você também pode imprimir e usar como pista de como usar o banheiro, as pistas visuais são muito importantes para as crianças que estão aprendendo uma nova habilidade.


14- Se ocorrem escapes e incidentes, não humilhe ou envergonhe o seu filho, não volte a colocar fraldas, dar broncas ou punir não ajudará o seu filho. Em vez disso seja empático, diga “Está tudo bem, você pode continuar tentando”, seja gentil e firme e encoraje a continuar.


Dica de livro Operação xixi na cama: https://amzn.to/335yMPq

Psicóloga Léia da Rosa dos Santos CRP 08/22524




3 visualizações0 comentário
bottom of page